O GCAL em 7 perguntas…

30 de Junho de 2011

Ontem decorreu na Quinta das Conchas, a 1ª Sessão Pública Comunitária do GCAL que tinha como objectivo dar a conheçer aos residentes da Alta de Lisboa aquilo que fazemos e como podem participar conosco na construção de uma Alta de Lisboa melhor! 

Através de um Jogo da Glória humano, demos a conhecer as actividades que existem e as organizações que fazem parte, assim como tivémos a oportunidade de passar o filme “O GCAL – Sabia que…” na introdução do Cine Conchas!


“Põe-te em forma para o Mercado de Trabalho em 5 dias”

29 de Junho de 2011

Entre os dias 4 a 8 e Julho, vai decorrer a formação “Põe te em forma em 5 dias” uma iniciativa do Liga-te, em colaboração com o CUPAV . Esta  formação intensiva  ao longo de uma semana,  é gratuita, dirigida à população desempregada e pretende dotar os desempregados de competências e  ferramentas práticas que possam facilitar  o acesso e integração no exigente mercado de trabalho da actualidade.

 

Durante esta formação serão abordados temas como a atitude empreendedora, marketing pessoal, relações laborais  e contratos de trabalho, processo de selecção e recrutamento . A  formação realiza-se  no ISG – Instituto Superior de Gestão, Rua Vitorino Nemésio, Lisboa (saída do metro do Ameixoeira)  das  18h à 21h. Para mais informaçoes e inscrições contactar o Liga-te (liga-te.ameixoeira@gmail.com) ou  o  K’ CIDADE/Alta de Lisboa (cristina.nunes@kcidade.com).


Vereadora Helena Roseta elogia Alta de Lisboa

25 de Junho de 2011

A vereadora Helena Roseta não deixou de elogiar a Alta de Lisboa pela sua dinâmica participativa. Confidenciou a sua admiração pela coesão e trabalho em rede que AL vem demonstrando nos últimos anos. Como não podia deixar de ser o presidente da AAEAC – Associação de Apoio ao Estudante Africano e Comunidade Dr. José Manuel Costa, atribuiu o sucesso da Alta de Lisboa ao K´cidades e ao dinamismo criativo da sua líder Dra. Mónica Mascarenhas.

Estou convencida que o BIP/ZIP vai ser um sucesso, confio no vosso trabalho.

Recordamos que os BIP/ZIP abrangem 34 freguesias, foram identificados em função da necessidade de melhoria do ambiente urbano e das condições de vida dos cidadãos, já que são marcados por carências sociais, degradação de casas e abandono do espaço urbano. Os parceiros dos 33 projectos vencedores do programa de apoio a bairros e zonas de intervenção prioritária (BIP/ZIP) envolveram um investimento de um milhão de euros. Ao todo foram apreciadas e pontuadas 77 candidaturas, que totalizavam mais de 2,5 milhões de euros, verba bem acima do milhão disponível no orçamento camarário para os BIP/ZIP.

Finalmente e para conhecimento, eis as linhas gerais e de força que validaram a prossecução dos BIP/ZIP; Fomentar a cidadania activa, a capacidade de auto-organização e a procura colectiva de soluções, através da participação da população na melhoria das suas condições de vida; Contribuir para uma imagem positiva destes espaços, por forma a permitir e reforçar a sua integração harmoniosa na cidade, sem discriminações no acesso aos bens e serviços a todos são devidos; Criar um clima favorável ao empreendedorismo e à capacidade de iniciativa local entre outros.

O objectivo é que estes bairros sejam alvo de pequenas intervenções, que podem ir da colocação de iluminação à limpeza de grafite, ao longo de uma década, pelo que o conceito de BIP/ZIP foi introduzido na proposta do novo Plano Director Municipal. O programa prevê a ajuda a projectos que se insiram numa de três tipologias definidas: intervenções pontuais (com apoio máximo até 5.000 euros), serviços à comunidade (até 25.000 euros) e pequenos investimentos e acções integradas (até 50.000 euros).

A Alta de Lisboa teve uma participação de luxo e em peso. O secular edifício da CML foi pequeno para albergar a grande delegação da AL. Estamos todos de parabéns e connosco o nosso território. Agora… mãos à obra!


Presidente da CML vai receber a AAEAC

25 de Junho de 2011

Dra Assunção de Sousa, Dr. António Costa, Dr. José Manuel Costa e o Dr. Eduardo Kiesse ambos zipando com um sorriso de uma partilha sólida

Por ocasião ao acto oficial da celebração dos protocolos entre a CML e os diversos parceiros do projecto BIP/ZIP, o presidente da AAEAC Dr. José Manuel Costa, abordou informalmente com o presidente da CML Dr. António Costa sobre o projecto da CASA DO ESTUDANTE AFRICANO em Portugal que mereceu a maior atenção do seu interlocutor.

Deste encontro, resultou o agendamento de um encontro formal entre a direcção da AAEAC a Câmara Municipal de Lisboa. Para este encontro estarão presentes para além dos respectivos presidentes, Dr. José Manuel Costa e o Dr. António Costa, os respectivos membros directivos.

Depois de uma breve explanação dos objectivos reais do projecto, o numero um da CML mostrou-se receptivo em conhecer melhor o projecto bem como viabilizar a sua efectivação. Segundo apuramos o Dr. José Manuel Costa vai solicitar já para o princípio da próxima semana a respectiva audiência.

Recordamos que o projecto da CASA DO ESTUDANTE AFRICANO vai responder as necessidades mais prementes dos estudantes africanos em Portugal que têm imensas dificuldades financeiras e sociais.

Para além da CML, a AAEAC pretende envolver neste projecto parcerias com algumas das representações diplomáticas africanas em Portugal bem como a CPLP. Estão neste momento a trabalhar sobre o projecto uma equipa técnica composta por vários quadros superiores da AAEAC com o apoio de alguns quadros técnicos portugueses convidados para o efeito.


ALTA DE LISBOA BIP-ZIPOU EM ALTA

25 de Junho de 2011

 O Programa BIP-ZIP – Bairros e Zonas de Intervenção prioritária de Lisboa foi criado pela Câmara Municipal de Lisboa, no quadro do Programa Local de Habitação (PLH), disse a vereadora Helena Roseta.

Segundo aquela vereadora, o BIP-ZIP é um instrumento de política pública municipal que visa dinamizar parcerias e pequenas intervenções locais de melhoria dos “habitats” abrangidos, através do apoio a projectos levados a cabo por juntas de freguesia, associações locais, colectividades e organizações não-governamentais, contribuindo para o reforço da coesão sócio territorial no município.

A Associação de Apoio ao Estudante Africano e Comunidade enquanto promotor do projecto ALLARTES com a APEAL – Associação de Pais e Encarregado de Educação do Agrupamento de Escolas do Alto do Lumiar e a ARAL – Associação de Residentes do Alto do Lumiar em parceria com a AMQG – Associação de Moradores da Ex-quinta Grande aderiram a esta iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa.

Estiveram também presentes para além do Presidente da CML Dr. António Costa, a Vereadora Helena Roseta (a anfitriã), líderes das associações locais, entre outros funcionários seniores da CML. A Alta de Lisboa esteve amplamente representada pelas associações locais e técnicas seniores do K´cidades bem como o grupo coordenador do GCAL – Grupo Comunitário do Alto de Lisboa.

A AAEAC esteve representada pelo seu presidente executivo Dr. José Manuel Costa, pela Secretária da Administração e Finanças da AAEAC e directora do CEAC, Dra. Assunção de Sousa e pelo director do departamento de estudantes Dr. Eduardo Kiesse.

Na sua intervenção, Helena Roseta realçou que “o importante é que as candidaturas têm que resultar de parcerias, ao contrário de outros programas de apoio”, sublinhou na ocasião a vereadora com o pelouro da Habitação. Relativamente a limitação dos recursos face as necessidade reais dos bairros e zonas de intervenção prioritária a vereadora disse “É pouco, mas será com certeza bem aplicado e mais reprodutivo do que muitos milhões que a Câmara gasta em coisas que depois não são tão reprodutivas”.

Este programa terá uma equipa pluridisciplinar que fará a ponte entre os parceiros e os serviços da autarquia, de forma a reduzir a burocracia no desenvolvimento dos projectos e a monitorizar a aplicação das verbas.

Para o presidente da Câmara municipal de Lisboa Dr. António Costa este protocolo BIP/ZIP “ destaca-se de todos os outros programas pela confiança da Câmara Municipal junto dos parceiros e dos parceiros na Câmara. Aqui são as próprias pessoas que vão fazer, não são os serviços da autarquia”, considerou.

Os BIP/ZIP resulta de vários projectos assentes em parcerias em que as associações de base locais, são os proponentes e executores da implementação dos projectos, depois de diagnosticados os problemas reais dos bairros e zonas de residência. É um projecto orientado de baixo para cima e não de cima para baixo em que um determinado inteligente pensasse e exigisse a implementação da sua ideia como diria Helena Roseta.


5ª Sessão Pública do Grupo Comunitário

25 de Junho de 2011

 

A 5ª Sessão Pública do Grupo Comunitário vai-se realizar no próximo dia 30 de Junho e terá dois momentos e locais distintos, procurando com esta metodologia alargar o número de instituições e pessoas que conheçe este rede de trabalho, o trabalho que desenvolve e as suas linhas estratégicas de actuação. O 1º momento irá realizar-se no Centro Social da Musgueira, das 9h às 13h e o programa incluirá a apresentação de diferentes projectos que desenvolvem a sua actuação à volta do tema escolhido para este ano – Solidariedade entre Famílias. Esta sessão é dedicada especialmente a todas as instituições que desnvolvem trabalho na Alta de Lisboa ou têm como intervenção as famílias.

Pensando no momento de crise que passamos e que por certo irá afectar as famílias da Alta de Lisboa, o GCAL considerou que um dos contributos que poderia ter, era dar a conheçer os recursos que existem aqui na zona e que podem apoiar as famílias nas suas diferentes necessidades – educativas, desportivas, de lazer, ambientais etc. Assim, preparou um Evento Público que se irá passar na Quinta das Conchas, das 19h às 21h, junto à Cafetaria e que pretende igualmente dar a conheçer aquilo que somos – uma rede de recursos, de organizações, de pessoas empenhadas em melhorar a qualidade de vida da Alta de Lisboa e de todos que aqui vivem!


II Feira de Artesanato da Alta de Lisboa

25 de Junho de 2011

Vai realizar-se a partir do próximo dia 30 de Junho na Quinta das Conchas (junto à Cafetaria) a II Feira de Artesanato da Alta de Lisboa e que estará aberta até ao dia 3 de Julho. Esta iniciativa nasce a partir de um conjunto de associações locais – AMBCVL (Associação de Moradores do Bº da Cruz Vermelha do Lumiar, ARAL (Associação de Residentes do Alto do Lumiar), APEAL (Associação de Pais e EE do Agrupamento do Alto do Lumiar) e a Entre Nós/Clube de Costura – cujo objectivo é a promoção de artesãs que são residentes na Alta de Lisboa, assim como a angariação de fundos para os projectos sociais (seniores, educação e apoio às famílias) que desenvolvem e a valorização de um dos espaços públicos mais emblemáticos desta zona – a Quinta das Conchas.

Depois da I Feira de Artesanato que se realizou em Dezembro e que reuniu cerca de 12 artesãs e associações, a II Feira vai ter cerca de 20 artesãos com trabalho muito diferenciados (trapilho, olaria, pintura em tecido, Eva, decoupage, antiguidades) e pretende ser um 1º passo para a realização de uma feira mensal, tal como se realizam em vários parques da cidade – Principe Real, Jardim da Estrela, Belém, etc. Para mais informações, contactar através de artesanatoaltadelisboa@gmail.com.


Workshop para Monitores de Campos de Férias

22 de Junho de 2011

No dia 21 de Junho decorreu um workshop para os candidatos a monitores do Campo de Férias (organizado pela UDAL e o Brinacadeiras & Travessuras para jovens dos 13 aos 17 anos), dinamizado por uma turma de animação sócio-cultural da Escola Profissional Gustave Eiffel.

Foi uma tarde cheia de entusiasmo e interesse, onde todos os candidatos tiveram a oportunidade de adquirir conhecimentos sobre dinâmicas de grupo, pinturas faciais e modelagem de balões, através da experimentação de todas estas técnicas. Ficou o desejo de voltarmos a repetir e a organizar este tipo de actividades, no próximo ano lectivo, aqui na Alta!

Ficamos agora à espera que o Campo de Férias seja ainda mais rico com o contributo que os monitores poderão dar depois do que aprenderam nesta tarde.


Abertas Inscrições Monitores Colónia de Férias | B&T e UDAL

21 de Junho de 2011


Mais um dia cheio de actividades na AVAal!

19 de Junho de 2011

A AVAal tem andado cheia de actividades!

Dia 15 de Junho realizámos a nossa primeira visita de estudo do projecto “Passeio com Histórias Verdes”. Este iniciativa foi planeada para todos os participantes do “Projecto Augusta”, séniores da Santa Casa da Misericórdia e crianças de uma turma da Escola Pintor Almada Negreiros. Entre amigos e participantes, visitámos o Olival dos “Inválidos do Comércio”, fizemos um pic-nic nos prados do Museu do Traje, uma visita guiado pelo Parque Botânico e pelas hortas do museu, foi interessante e divertido.

De tarde ainda visitámos a Escola Básica N.º 77 e realizámos o projecto “Hortas a Dois” com crianças, avós e pais dos mesmos, este produziram uma floreira com plantas hortícolas para dar mais vida ao pátio da escola e juntos aprenderem a plantar e semear.

Finalizámos o dia com uma visita à Quinta das Conchas para ajudar algumas novas árvores a ficarem mais fortes, levando casca de pinheiro existente no local até á sua base, ajudando no seu crescimento e nutrição.

Tivemos a visita da escritora Laurinda Alves, que nos acompanhou todo o dia e presenciou a dinâmica das várias actividades. Foi um dia em cheio, esperamos voltar a repetir em breve.


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 2.854 outros seguidores